Get up to 50% Off! Code: GIFTS Ends: 12/7 Details
Apply
  1. Help

Era uma vez...

Hello, you either have JavaScript turned off or an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.

Era uma vez... - Page Text Content

S: Agrupamento do Atlntico 1 CEB

BC: EB1 de Monseerrate Eb1 da Avenida Eb1 de Carreco Eb1 da Areosa Eb1 da Afife

FC: Era uma vez... | texto colectivo alunos do 1 ano do 1CEB

1: Texto colectivo | Texto produzido pelas turmas do segundo anos do agrupamento das escolas do atlantico, que também ilustraram . os bocadinhos da história passaram de turma em turma, cabendo a cada grupo fazer a história avancar | nota: ao ler o texto verificará algumas gralhas, devido a caracteristicas da Língua Portuguesa, faltam os C cedilhados, o Til e o Acento grave. Estamos a tentar resolver o problema.

2: Era uma vez um homem muito alto que vivia no prédio mais alto da cidade. Esse senhor chamava-se Rui. Ele era uma pessoa muito atenta ao ambiente. Do seu prédio o senhor Rui observava a cidade.

4: Ele sentia-se desanimado por ver os carros a deitarem tanto fumo e pensava que se todas as pessoas passassem a andar de bicicleta, seriam mais amigas do ambiente.

5: Outra preocupacao do senhor Rui era que via os homens a construir cada vez mais casas e a cidade estava a ficar sem ar.

6: Mas o que mais o entristecia era pensar que com a chegada da Primavera os passarinhos nao tinham onde fazer os seus ninhos para terem os seus filhotes e no poder acordar com o seu melodioso canto. A cidade estava a ficar cada vez mais cinzenta, sem o colorido e o perfume das flores, das plantas e o verde das árvores.

7: Pensou entao que algo de muito urgente teria que ser feito

8: Assim o senhor Rui pegou em baldes de tinta e tentou pintar os bocadinhos que estavam a cinzento mas, no resultou Depois subiu ao terraco do seu prédio, que era o mais alto da cidade e pensou limpar o ar sujo e cinzento com uma grande ventoinha.

9: No entanto nao conseguiu encontrar nenhuma tao grande que limpasse todo o ar da cidade

10: O senhor Rui resolveu pedir ajuda ao seu amigo Dragao. Este sugeriu-lhe que fossem os dois ao país encantado que ficava do outro lado do mundo. Entao o Dragao, a voar, deu boleia ao Sr. Rui que

11: foi nas suas costas até ao país encantado.O Sr. Rui ficou maravilhado com o aspecto daquele país. O ar que se respirava era muito limpinho, a água dos rios era transparentee nele viam-se os peixes felizes a nadar. Nas ruas as casas eram to limpas que reflectiam a luz do sol. O som que se ouvia era dos passarinhos a cantar, pois no havia polui-o sonora.

12: Entao o Sr. Rui teve uma ideia. Decidiu falar com as pessoas do seu país. Montou no drago e regressou ao seu país, sua cidade.Do seu computador, enviou mensagens para as pessoas suas amigas. As mensagens apelavam as pessoas para protestarem nas ruas com cartazes. eléctricos. Nesses cartazes havia muitos conselhos dirigidos populacao: para fazerem menos prédios

13: e mais espacos verdes, menos carros no centro da cidade e mais carros. As mensagens espalharam-se rapidamente pela cidade

14: Ao lerem as mensagens, todos os cidados resolveram colaborar. Reuniram-se com Presidente da Cmara e com os construtores para encontrarem solucoes.

15: Chegaram, entao, a um acordo... Em vez de construírem mais prédios, os construtores deveriam recuperar as casas velhas tornando-as mais bonitas e confortáveis; os espacos livres deveriam ser ocupados com jardins, árvores e flores; em vez de estradas deve-riam construir ciclovias

16: para os ciclistas circularem com mais segurana; todas as ruas deveriam ter passeios largos para as pessoas andarem tranquilamente.

17: Passados uns tempos a cidade já no parecia a mesma. O Mário que tinha saído da sua terra natal há mais de um ano, no queria acreditar no que via. - É impossível, esta nao pode ser a minha cidade! - disse o Mário muito admirado. - Onde estao as casas velhas? O céu já nao está cinzento, nao há lixo no chao!...

18: Entretanto aparece o Rui e respondeu-lhe: - Amigo, nao estás a sonhar... isto que estás a ver é a tua nova cidade. Todos nós contribuímos para esta mudanca. Em casa os pais explicaram aos filhos tudo o que deviam fazer para se melhorar o ambiente. Nas escolas, os professores fizeram trabalhos com os alunos para que estes percebessem que a

19: Vitória, vitória acabou a história! | nossa vida depende de um bom ambiente e assim conseguimos transformar a nossa cidade neste paraíso. - Ah! Sendo assim já no preciso de me ir embora.

Sizes: mini|medium|large|behemoth
biblioteca atlantica
  • By: biblioteca a.
  • Joined: almost 6 years ago
  • Published Mixbooks: 2
No contributors

About This Mixbook

  • Title: Era uma vez...
  • Livro digital construído colaborativamente por alunos do 1º ano 1ºceb do Agrupamento do Atlântiio
  • Tags: None
  • Published: over 5 years ago

Get up to 50% off
Your first order

Get up to 50% off
Your first order